Saúde Sexual: prevenção e cuidados

Publicado por: Equipe Labi Equipe Labi
02/07/2019
2 minutos de leitura

É fato: segundo dados do Ministério da Saúde, apenas um pouco mais da metade dos jovens entre 15 e 24 anos usa camisinha. Ou seja, existe um enorme número de pessoas suscetíveis a contrair as chamadas Infecções Sexualmente Transmissiveis – IST, colocando em risco a sua saúde sexual.

Talvez um dos motivos seja a evolução no controle da AIDS. Os jovens de hoje não vivem o medo da geração passada. São raros aqueles que viram alguém morrer devido à doença. Com os avanços da medicina, atualmente é possível viver tranquilamente sendo portador do vírus HIV.

Ainda assim, é preciso se cuidar. Existem diversas outras infecções sexualmente transmissíveis e o número de pessoas infectadas só aumenta. Parece óbvio, mas uma forma eficaz de prevenção de qualquer IST é com o uso de preservativo.

Além da camisinha, o melhor remédio é a informação. Você sabia que a maioria das infecções sexualmente transmissíveis podem passar despercebidas? Os sintomas de clamídia, gonorreia ou sífilis, entre outras, nem sempre chamam atenção dos portadores e podem levar a um atraso no diagnóstico do tipo da doença.

O Labi recomenda

Faça exames para garantir a sua saúde sexual

O descuido com as IST pode causar danos sérios para a saúde. Em mulheres, por exemplo, uma clamídia mal curada pode levar à infertilidade. Outras, como HPV podem resultar em câncer – em ambos os sexos. Dessa maneira, os exames de sangue são um grande aliado. Faça-os periodicamente. Somente assim é possível determinar se a pessoa é ou não portadora de alguns dos vírus e bactérias causadores dessas infecções.

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: