Para que serve o teste do Pezinho

Publicado por: Letícia Lana Letícia Lana
27/10/2021
5 minutos de leitura
Pezinho de bebê com meia

Todo mundo já ouviu falar do famoso Teste do Pezinho e do quanto ele é indispensável para a saúde do bebê. Mas, afinal, você sabe para que exatamente ele serve e qual sua importância?

Preparamos esse artigo para te ajudar a entender um pouquinho melhor sobre o teste do pezinho, quais doenças ele detecta e como ele funciona. Afinal, informação nunca é demais quando se trata de cuidados com o bebê.  

O que é o Teste do Pezinho?

O teste do pezinho, também conhecido como triagem neonatal, é um exame obrigatório realizado em todos os recém-nascidos, normalmente a partir do 3º dia de vida, que ajuda a diagnosticar doenças metabólicas, genéticas e infecciosas capazes de afetar o desenvolvimento neuropsicomotor do recém-nascido, mas que não apresentam sintomas detectáveis. 

Essas doenças não apresentam risco durante a gestação porque, antes do nascimento, o feto está relativamente protegido dos danos de uma doença meta­bólica. Isso acontece por causa da placenta, que fornece nutrientes e promove a filtra­gem de metabólitos tóxicos. Assim, muitas dessas doenças são descobertas nos primeiros dias de vida da criança, já que ela não pode mais se beneficiar da ajuda fisiológica da mãe para compensar as deficiências de seu metabolismo. 

Com o teste do pezinho, é possível promover um tratamento específico para a condição encontrada, que permite diminuir ou eliminar danos irreversíveis (como deficiência mental, deficiências físicas) e até mesmo, em casos mais graves, evitar a morte do bebê. Por isso, realizar o teste é necessário, ainda que não haja histórico familiar dessas doenças. Mesmo numa criança saudável no nascimento, os primeiros sintomas podem demorar meses ou anos para se manifestarem.

Qual a importância do Teste do Pezinho?

No Brasil, o teste do pezinho é obrigatório para todas as crianças, justamente por detectar precocemente doenças que podem prejudicar o crescimento e desenvolvimento do bebê. 

O principal objetivo do teste é identificar distúrbios e doenças em tempo oportuno para iniciar o tratamento adequado. Assim, é possível reduzir casos graves e complicações e melhorar a qualidade de vida das crianças com eventuais testes positivos.

Como é feito o teste do pezinho?

O teste do pezinho é feito a partir da coleta de pequenas gotas de sangue do calcanhar do bebê, que são colocadas em um papel de filtro e enviado para análise para que seja verificada a presença de possíveis alterações.

No caso de bebês prematuros, o teste do pezinho também é indispensável, porém,  é  necessário fazer mais de uma coleta, sendo a segunda após 120 dias do nascimento e, em caso de transfusão de sangue, uma terceira coleta deve ser feita 120 dias depois da última transfusão. 

Uma boa dica, que ajuda a conseguir um diagnóstico mais fácil e com resultados mais precisos, é amamentar a criança antes de fazer o teste. E vale lembrar que por ser se tratar de um teste rápido e não-invasivo, o teste do pezinho não causa nenhum tipo de risco ao bebê.

Quando fazer o teste do pezinho?

O período indicado para a realização do teste do pezinho é entre o 3º e o 5º dia de vida do bebê, podendo se estender até, no máximo, o 90º dia. No entanto, quanto mais rápido o teste for feito melhor, já que a agilidade é necessária para prevenir atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor ou mesmo o óbito da criança.

Afinal, quanto antes os problemas forem identificados, mais rápido começam os tratamentos necessários. Dessa forma, as chances de evitar complicações graves aumentam consideravelmente.

Onde fazer o Teste do Pezinho? 

Você pode realizar o Teste do Pezinho aqui no Labi e o melhor: você escolhe se quer realizar a coleta em uma de nossas unidades ou no conforto do seu lar, sem precisar sair de casa. 

No Labi, você realiza o Teste do Pezinho a partir de  R$ 198,00 em até 3x sem juros.  Então aproveite e realize o teste com o  melhor preço do mercado e da maneira que mais se encaixa na sua rotina, de forma descomplicada, fácil e rápida. Assim, você conta com mais uma ferramenta para te auxiliar nos cuidados com a saúde do seu bebê.

Teste do Pezinho Básico

Quais os resultados do Teste do Pezinho?

O teste do pezinho promove o diagnóstico de diversas doenças, no entanto as principais são hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, anemia falciforme e fibrose cística, já que essas condições podem trazer complicações para o bebê ainda no primeiro ano de vida caso não sejam identificados e tratadas.

Entre essas condições, destacam-se o hipotireoidismo congênito e a doença falciforme. Juntas, essas doenças correspondem por 77% dos casos diagnosticados no teste do pezinho.

Aqui no Labi, o Teste do Pezinho conta com 4 versões diferentes: Básico, Ampliado, Super Ampliado + TANDEM e Super Ampliado + TANDEM + SCID/AGAMA + Doenças Lisossômicas e é recomendado que você consulte o seu médico para receber a orientação sobre qual é o mais adequado para o seu bebê. Veja qual a diferença de cada um deles: 

Diferentes tipos de teste do pezinho

E lembre-se: seja com o Teste do Pezinho ou com outros exames, testes, vacinas e check-ups, conte sempre com o Labi para te auxiliar nos cuidados com a saúde em todas as etapas da sua vida e da sua família. 

Artigos Relacionados:

O que é o exame NIPT?

Vacinas do bebê: saiba quais são e quando tomar

Amamentação: cinco mitos e verdades sobre o aleitamento materno

Vacinação em bebês: como acalmar os pequenos durante a imunização

TAGS: Teste do Pezinho
Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: