Vacina da Herpes Zóster: saiba tudo sobre esse imunizante

Publicado por: Equipe Labi Equipe Labi
17/06/2022
7 minutos de leitura

A Herpes Zóster é uma doença ainda pouco falada, mas que causa 3 milhões de casos por ano no Brasil, segundo estimativas do Ministério da Saúde. Também conhecida como cobreiro, a Herpes Zóster é causada pelo mesmo vírus da varicela (catapora) em crianças, com a diferença que, em adultos, os casos inspiram maiores cuidados e, a depender do quadro, causam grande perda de qualidade de vida.

Quer entender mais sobre a Herpes Zóster e a importância de se vacinar? Então, confira o artigo que preparamos com as principais dúvidas sobre o tema.

O que é a Herpes Zóster?

Em poucas palavras, a Herpes Zóster ocorre quando o vírus da varicela dormente, a varicela zoster, é reativado no tecido nervoso. Os primeiros sinais da doença são silenciosos e podem incluir formigamento e dor localizada.  Em seguida, a maioria das pessoas desenvolve uma erupção cutânea com bolhas cheias de líquido que causam grande incômodo e cicatrizes.  Estas bolhas, segundo o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC), geralmente, surgem em uma área localizada do corpo, como tronco e rosto.

Apesar de, normalmente, a erupção cutânea durar de 2 a 4 semanas, muitas pessoas têm complicações a longo prazo bastante preocupantes:

  • Neuralgia pós-herpética: dor crônica e debilitante de longa duração que causa perda de qualidade de vida.
  • Infecções bacterianas na pele
  •  Fraqueza
  •  Paralisia muscular
  •  Perda de audição ou visão.

A Herpes Zóster acaba sendo uma doença negligenciada, mas as suas complicações são sérias e prejudicam a vida do portador.

A Herpes Zóster é contagiosa?

Se você nunca teve catapora ou não tomou a vacina, é possível contrair varicela de alguém com Herpes Zóster  através do contato direto com bolhas ativas, pois o mesmo vírus causa Herpes Zóster e varicela.

A boa notícia é que, hoje, com o avanço da ciência, é possível prevenir a doença com vacina, sendo a vacina da Herpes Zóster Shingrix® da GSK, disponível no Labi, acaba de chegar ao Brasil e  é uma das  modernas e eficazes, pois garante até 97% de eficácia. 

Como funciona a vacina da Herpes Zóster Shingrix® da GSK?

A vacina da Herpes Zóster Shingrix® acaba de chegar  no Brasil e é produzida pelo laboratório GSK, um dos maiores do mundo e referência no setor farmacêutico. Com tecnologia recombinante, e eficácia de até 97%, a vacina  é totalmente segura para a prevenção da Herpes Zóster. A eficácia também é comprovada com mais de 90% na prevenção do episódio agudo, mesmo entre idosos acima de 70 anos de idade.

Esta vacina é do tipo recombinante e contém o vírus inativado, ou seja, o vírus da Herpes Zóster foi cultivado e alterado para não causar a doença. Com isso, ela ajuda o organismo a desenvolver sua própria proteção contra a doença e suas complicações. Esta tecnologia é utilizada em diversas vacinas, como a CoronaVac, vacina usada na proteção contra a Covid-19.

Além disso,  a Shingrix® fornece maior proteção e mais duradoura do que a vacina de dose única com o vírus zóster vivo atenuado e se mostrou altamente eficaz na prevenção da neuralgia pós-herpética, uma das complicações mais graves da doença. Este é um dos diferenciais mais importantes desta vacina!

Quem deve tomar a vacina da Herpes Zóster?

O Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) estima que 1 em cada 3 adultos desenvolverá a Herpes Zóster, pelo menos, uma vez na vida. Por isso, a vacina é o melhor meio de evitar a doença.

Hoje, a vacina é indicada para os seguintes grupos:

  • Adultos com 50 anos ou mais
  • Adultos a partir de 18 anos de idade ou mais com risco aumentado de Herpes Zóster  (sob recomendação médica).
  • Imunocomprometidos a partir de 18 anos de idade (sob recomendação médica).

Além disso, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações, órgão referência em vacinas no Brasil, estudos apontam que houve um aumento no número de casos durante a pandemia da Covid-19. Mais um motivo para você não deixar de se vacinar!

É importante dizer que, pessoas entre 18 e 49 anos, precisam de indicação médica para se vacinar. Por isso, caso esteja em dúvida, converse com o seu médico de confiança.

Perguntas frequentes sobre a Vacina de Herpes Zóster Shingrix®

Qual a composição da Vacina de Herpes Zóster Shingrix®?

Cada dose (0,5 mL) contém 50 microgramas de antígeno gE1 (Glicoproteína do vírus varicela zoster (VVZ) produzida pela tecnologia do DNA recombinante) com adjuvante AS01B.

Qual a eficácia da Vacina de Herpes Zóster Shingrix®?

A vacina Herpes Zóster da GSK é inativada,  recombinante e possui até 97% de eficácia. E, mais de 90% de eficácia na prevenção do episódio agudo, mesmo entre idosos acima de 70 anos de idade.

Quantas doses da Vacina de Herpes Zóster Shingrix® devo tomar?

Para garantir a eficácia do imunizante é recomendada a aplicação de 2 doses com intervalo de 2 meses.

Quais as possíveis reações da vacina?

Em adultos com mais de 50 anos, as reações adversas mais observadas são: dor no local da injeção, fadiga, mialgia, dores de cabeça, dores musculares,  calafrios e febre,  sintomas gastrointestinais.. No geral, essas reações adversas desaparecem entre 2 e 3 dias após a injeção.

Como me preparo para tomar a Vacina de Herpes Zóster Shingrix®?

A aplicação da vacina da Herpes Zóster Shingrix® não requer qualquer cuidado prévio. Mesmo assim, algumas orientações são necessárias:

  • Adiar a vacinação em caso de doença febril aguda;
  • A vacinação de pessoas portadoras do vírus HIV deve ser avaliada por médico, que pode prescrevê-la se não houver comprometimento do sistema imunológico;
  • Após quadro de herpes zóster, é preciso aguardar um ano para aplicar a vacina;
  • No caso de pacientes que já tiveram herpes zóster oftálmico, ainda não existem dados suficientes para indicar ou contraindicar a vacina;
  • Até o momento não foi observada transmissão do vírus vacinal e doença (varicela) a partir de indivíduos que receberam a vacina varicela zóster;
  • Pessoas que tiveram a doença nos últimos 6 meses deverão apresentar o pedido médico.

Caso tenha alguma dúvida, fale com o seu médico de confiança.

A Vacina de Herpes Zóster  é disponibilizada no SUS?

A vacina da Herpes Zóster se encontra disponível apenas na rede particular.

Quem já tomou a vacina da Herpes-Zóster anteriormente, precisa tomar esta nova versão inativada da GSK?

A Sociedade Brasileira de Imunizações recomenda que pessoas vacinadas previamente com a vacina da Herpes Zóster atenuada recebam a vacina inativada, respeitando-se um intervalo mínimo de dois meses.

 Quem já teve a doença, precisa tomar esta nova versão da GSK? 

A vacina inativada também está recomendada para pacientes que já apresentaram quadro de Herpes Zóster.

Porque se vacinar no Labi

No Labi, você pode se vacinar contra a Herpes Zóster e outras doenças no conforto da sua casa sem pagar a mais por isso. Clique aqui para fazer o seu agendamento e compra online.

Estamos prontos para te ajudar a descomplicar os seus cuidados com a saúde pelos melhores preços do mercado.

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: