Como viajar com segurança nas férias de Janeiro

Publicado por: Letícia Lana Letícia Lana
03/01/2022
7 minutos de leitura
Mulher indo viajar

Com o avanço da vacinação, muitas pessoas retomaram as viagens, mas por conta da pandemia, viajar não é mais como antes e exige uma série de cuidados e precauções extras. Por isso, é comum que muitas dúvidas passem pela cabeça do viajante, ainda mais com as restrições impostas tanto para viagens aéreas quanto rodoviárias.

Se esse é o seu caso, fique tranquilo, pois preparamos o artigo abaixo para te dar algumas orientações de como viajar em segurança durante suas férias. 

Quais são as recomendações para viajar com segurança?

De acordo com o Ministério da Saúde, as principais recomendações para viajar com segurança são adotar cuidados básicos de higiene e seguir as recomendações do local de destino.

O órgão de saúde afirma que os cuidados com a saúde devem estar na lista de prioridades de todos os viajantes para que a COVID-19 seja evitada. Confira as recomendações do Ministério da Saúde e Anvisa para viajantes reduzirem os riscos de exposição e transmissão da doença:

  • Lavar as mãos com frequência com água e sabão, principalmente antes de se alimentar, usar transportes públicos ou visitar locais com grande fluxo de pessoas;
  • Caso não tenha acesso à água e sabão, as mãos devem ser higienizadas com álcool em gel a 70%;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Evitar tocar os próprios olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam higienizadas;
  • Ao espirrar ou tossir, proteger a boca e o nariz com um lenço de papel descartável ou com o braço;
  • Uso de máscara durante  toda a viagem é indispensável.

Atenção: a Anac permite o transporte de até 500 ml de álcool em gel na bagagem de mão em viagens internacionais e até 100 ml em viagens nacionais.

E o mais importante: caso você esteja com qualquer sintoma, mesmo que leves, não viaje. Essa é uma atitude responsável, especialmente considerando que a COVID-19 tem alto grau de contágio.

Cuidados antes da viagem:

Organize sua viagem com antecedência e busque informações sobre o local escolhido para não ter surpresas desagradáveis, como praias, restaurantes e museus fechados, por exemplo, além de outras restrições e exigências, principalmente se for um destino no exterior. Lembre-se de que as regras mudam com muita frequência e rapidez, o ideal é consultar o site oficial de turismo do destino ou as embaixadas e consulados.  

Outro ponto é evitar feriados, prefira a baixa temporada, mas, se for viajar em feriados ou em alta temporada, evite destinos de turismo de massa ou dê preferência para alugar uma casa. Os destinos de natureza, com atividades ao ar livre, estão bem cotados e são os mais indicados neste momento de pandemia. 

Além disso, não se esqueça de levar uma bagagem de mão com frasco de álcool em gel de, no máximo, 500 mL; máscaras de reserva (como é preciso trocar de três em três horas, calcule o tempo de viagem e o número de máscaras necessário); garrafinha  com sua própria água e embalagens plásticas de diversos tamanhos para guardar as máscaras depois de serem utilizadas e outros objetos.

Caso tenha sido vacinado, baixe o aplicativo do Conecte SUS e leve também o documento impresso. Se a viagem for para fora do Brasil, procure se informar em uma agência de viagens ou no site do destino se o documento brasileiro de vacinação é válido no exterior.  

Na hora de viajar, prefira a realização do check-in por meio de canais digitais, como aplicativos das empresas aéreas ou web-check-in para evitar o manuseio de cartões de embarque impressos. Se possível, use cartões de crédito ou smartphone para pagamento em lojas e serviços no aeroporto. 

Cuidados durante o percurso: 

Nas viagens nacionais, prefira o deslocamento em carro próprio. Caso escolha viajar de avião, opte pelos voos mais curtos, com menos conexões e menor espera em aeroportos. E se for viajar de ônibus, verifique se a empresa adota os protocolos de higiene e segurança, mantenha a janela aberta no trajeto, e dê preferência à compra de bilhetes online. 

Na área de embarque, mantenha distanciamento de outras pessoas, principalmente nas filas e evite comer na praça de alimentação. Outra dica é levar seu próprio lanche para o voo ou trajeto, principalmente se este for longo, e não se alimente ao mesmo tempo que os passageiros à sua volta. 

Vale lembrar que as máscaras não podem ter válvulas nem ter aberturas no tecido e bandanas ou lenços não são permitidos em voos. No caso de protetores faciais, do tipo face shield, só se estiver com a máscara por baixo. 

As máscaras de tecido feitas de algodão ou tricoline continuam sendo permitidas, mas devem ter mais de uma camada de proteção e estar bem ajustadas ao rosto, tapando a boca e o nariz, porém, as máscaras cirúrgicas, PFF2 e N95 são as mais eficazes. 

Assim como durante o percurso, leve um frasco de álcool em gel na bagagem de mão, inclusive para os passeios, e utilize com frequência para limpar superfícies e higienizar as mãos. 

Cuidados no hotel e nos passeios:

Ao chegar na sua hospedagem, limpe a mala cuidadosamente e repita o processo quando voltar para casa. Desinfete com álcool 70% a alça da mala, o puxador do zíper, o cadeado, o lacre e até as rodinhas. Outro ponto importante é não compartilhar objetos com outras pessoas durante a viagem.

Caso vá aos restaurantes dos hotéis, escolha um horário menos concorrido para as refeições ou se informe se há agendamento e também dê preferência a pagamentos por meios eletrônicos ou digitais, evite manusear papel-moeda.

No caso de passeios, prefira os tours privativos, porque são mais seguros e escolha passeios ao ar livre ou em lugares bem ventilados. Depois dos passeios, pendure a roupa ao ar livre e só a reutilize 48 horas depois, é o mesmo procedimento de casa: saiu, chegou e lavou. Prefira também roupas que podem ser lavadas à mão e que sequem rápido. 

Faça um teste de COVID-19 antes de viajar:

Garanta a sua proteção e a da sua família nas viagens e conte com os testes de COVID-19 do Labi para facilitar esse momento. Com resultados emitidos em inglês e português, os Testes de COVID-19 para viajantes são opções práticas e descomplicadas para quem vai viajar e precisa apresentar o exame negativo para embarcar. Não se esqueça de se certificar sobre o método aceito no país de destino da sua viagem.

No Labi, você pode realizar o Teste de COVID-19 – Antígeno para Viajantes ou o Teste de COVID-19 Expresso (PCR) de forma prática, rápida e segura para descomplicar os preparativos para sua viagem. Além disso, você pode parcelar os testes em até 3x sem juros, realizá-los no conforto do seu lar, sem sair de casa e pelos melhores preços do mercado. 

TAGS: covid-19
Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: