Quais vacinas devo tomar antes de viajar?

Publicado por: Letícia Lana Letícia Lana
24/09/2021
7 minutos de leitura
Mulher indo viajar

Viajar sempre envolve uma série de planejamentos prévios como: garantir as passagens aéreas, vistos e checar os limites de bagagem. Porém, um item muito importante dessa lista que não pode ser esquecido ou deixado para a última hora são as vacinas obrigatórias, que devem fazer parte da série de cuidados essenciais para qualquer viagem, nacional ou internacional.

Por isso, seja a lazer ou a trabalho, não esqueça de manter sua carteira de vacinação em dia antes de ir viajar. E, para te ajudar a entender melhor quais vacinas você precisa tomar antes de viajar, preparamos um artigo tirando as principais dúvidas sobre o assunto.

Por que preciso me vacinar para viajar?

Existem dois principais motivos que tornam a vacinação essencial para quem vai viajar.  O primeiro deles é se proteger do risco de adquirir doenças infecciosas, como é o caso da febre amarela, especialmente para quem vai viajar para países. O outro motivo da exigência de vacinação – realizada por muitos países – é evitar que os viajantes tragam alguma doença que não é local, o que reserva o direito de um país exigir um comprovante de vacinação contra uma determinada doença.

Na maior parte das vezes, as vacinas obrigatórias são para proteção da população local, e as vacinas recomendadas são para proteção do viajante. 

Quais vacinas devo tomar para viagens internacionais?

Nem todos os países exigem uma relação de vacinas obrigatórias, por isso, é fundamental que você se informe em canais oficiais ao escolher o seu destino, sem deixar para a última hora. 

Para consultar quais vacinas são exigidas para cada país consulte a página da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) – países que exigem vacinação. No site, que também faz a emissão da Carteira Internacional de Vacinação, é possível pesquisar as exigências vacinais de cada país. Basta clicar na aba “Exigências de Viagem” e selecionar o país para o qual pretende viajar.

As regras mudam de país para país, mas a recomendação da Anvisa é que as vacinas sejam tomadas preferencialmente de seis a oito semanas antes da viagem e, no máximo, 4 semanas antes.

Vacina de Febre Amarela: 

A Vacina de Febre Amarela é o único imunizante considerado obrigatório, ou seja, sem ele não é permitida a entrada da pessoa no país. Veja aqui a lista de países que exigem o Certificado Internacional de Vacinação contra febre amarela.

Um outro ponto importante é ficar atento para o período de imunização. No caso da febre amarela, o período é de 10 dias após a vacinação, ou seja, você precisa tomar a vacina, no mínimo, 10 dias antes da sua viagem.

Vacina de Febre Amarela

Vacinas recomendadas: 

Apesar de não serem obrigatórias, a Anvisa recomenda que os viajantes tomem algumas vacinas antes de viajar, especialmente se o destino for para países tropicais ou com surto de algumadoença. Veja abaixo a lista de vacinas recomendadas:

Quais vacinas devo tomar para viagens no Brasil?

No Brasil, é importante tomar a Vacina de Febre Amarela para viagens aos seguintes estados:

  • Acre;
  • Amazonas;
  • Amapá;
  • Distrito Federal;
  • Goiás;
  • Mato Grosso;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Maranhão;
  • Minas Gerais;
  • Pará;
  • Roraima;
  • Rondônia;
  • Tocantins.

Já a Vacina de Febre Tifóide é mais relevante para viagens às regiões Norte e Nordeste, onde há uma maior incidência de problemas relacionados ao saneamento básico.

Outras vacinas importantes para viagens nacionais são a Vacina Tríplice Viral (contra sarampo, caxumba e rubéola), Vacina de Hepatite A e B e a Vacina de Dengue. 

Vale lembrar que essa é apenas uma recomendação, ou seja, o viajante não é obrigado a tomar as vacinas para visitar os estados citados. Entretanto, considerando que há maior risco de infecção pela doença, a vacinação é importante e deve ser considerada. 

Certificado Internacional de Vacinação

O Certificado Internacional de Vacinação é um documento emitido gratuitamente pela Anvisa e que comprova a vacinação da pessoa contra alguma doença. Alguns países exigem esse documento para permitir a entrada do viajante em seu território.

Em caso de viagens internacionais, é importante consultar se o país de destino exige alguma vacina e se exige o Certificado Internacional de Vacinação. Se o voo tiver escala ou conexão, confira as exigências vacinais de todos os países por onde irá passar.

Vale ressaltar que o Certificado Internacional de Vacinação tem validade vitalícia para vacinação contra febre amarela, portanto, se você já possui um certificado, não é necessário solicitar um novo. 

A emissão do Certificado Internacional de Vacinação para febre amarela é feita online e você o recebe por e-mail em até 10 dias úteis depois do pedido. Veja abaixo o passo a passo para solicitar o documento: 

1. Tome a vacina  e guarde o comprovante de vacinação:

O primeiro e mais importante passo é tomar a Vacina de Febre Amarela e exigir o registro completo da vacina, com data de administração, lote da vacina, assinatura do vacinador e carimbo da unidade onde foi vacinado.

Após a imunização não se esqueça de guardar o comprovante da vacinação.

2. Solicite o Certificado Internacional de Vacinação: 

Para solicitar o documento online, acesse o Portal de Serviços do governo federal, faça seu cadastro e preencha o formulário de solicitação. Você vai precisar do seu CPF e da imagem digitalizada do comprovante da vacinação (com seus dados pessoais e dados da vacina).

3. Receba e imprima o Certificado Internacional de Vacinação: 

Depois de fazer a solicitação, você receberá o Certificado por e-mail, para imprimir em casa. O documento é assinado eletronicamente pelo servidor da Anvisa e o viajante deve assiná-lo antes da viagem.

Além da febre amarela, o Certificado Internacional de Vacinação pode ser emitido para outras vacinas, como meningite e poliomielite. Porém, na listagem atual da OMS (Organização Mundial da Saúde) poucos países exigem comprovação de vacinação de brasileiros para essas doenças. 

Vale lembrar que para essas doenças o certificado só pode ser emitido de forma presencial, pois é preciso considerar o histórico vacinal, a idade, o tipo e o lote da vacina, o número de doses recebidas, a dose recomendada e a validade da vacina.

Vacinas para viagem no Labi

Aqui no Labi você toma todas as vacinas necessárias para sua viagem no conforto do seu lar, de forma rápida e descomplicada. 

Nós temos as vacinas mais modernas e eficazes e você ainda conta com uma orientação personalizada sobre as vacinas ideais para você e para sua família. Conte sempre com o Labi para te ajudar a cuidar da sua saúde e da sua família. 

Artigos Relacionados:

Vacina Tríplice Viral: entenda para que serve o imunizante

Vacina de HPV: entenda a importância

Recomendação de Vacinas do Labi: seu novo aliado no cuidado à saúde

Imunização em tempos de pandemia: não deixe de tomar suas vacinas

TAGS: Vacinas Viagens Viajantes
Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: