Quando levar meu filho para fazer exames?

Publicado por: Letícia Lana Letícia Lana
27/11/2021
4 minutos de leitura
Menina com a mãe no médico

Na vida adulta, fazer exames de rotina, o conhecido check-up, todos os anos é fundamental para prevenção de doenças e diagnóstico precoce. Mas você sabia que as crianças também precisam verificar regularmente como anda a sua saúde? 

Esse processo começa ainda na maternidade, com a realização do teste do pezinho, conhecido também como triagem neonatal biológica, que é um exame obrigatório para todos os recém-nascidos e com recomendação de ser realizado entre o 3º e o 5º dia de vida da criança para detecção de uma série de doenças. 

Após essa avaliação, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda que os pequenos se consultem mensalmente com o pediatra até os seis meses de vida; trimestralmente até os 18 meses; semestrais na fase pré-escolar (2 a 4 anos), e anual dos 5 aos 19 anos. Nessas consultas, o pediatra avaliará e orientará sobre questões relacionadas à alimentação, peso e altura, vacinas, desenvolvimento, prevenção de acidentes e identificação de problemas ou riscos para a saúde. 

Além disso, é durante as consultas que o médico pode pedir por alguns exames para verificar a saúde da criança. Eles são importantes não apenas para checar a presença de alguma patologia, mas principalmente para a prevenção de qualquer problema.

Por conta disso, alguns especialistas recomendam que a primeira coleta de sangue seja feita com 1 ano de idade, para checar indícios de anemia e estoque de ferro – se necessário, também podem ser solicitados testes de urina e fezes. Teoricamente, esses exames serão repetidos apenas aos 2 e aos 5 anos. Porém, nas famílias com antecedentes de diabetes e doenças cardiovasculares, como infarto, acidente vascular cerebral (AVC) e hipertensão arterial, a periodicidade e o tipo de exame podem ser alterados.

Quais exames podem ser solicitados?

Hemograma: 

Um dos exames de rotina mais comuns, é o hemograma, popularmente conhecido como exame de sangue

A realização do hemograma é muito importante para a saúde das crianças, já que é através dele que é possível identificar patologias infantis comuns, como infecções e anemias. Além disso, ele permite a identificação de doenças crônicas já na infância.

Exame parasitológico de fezes

O exame auxilia no diagnóstico de patologias e infecções, uma vez que, a análise de fezes permite a identificação de parasitas, que revelam informações importantes sobre a saúde da criança.

Exame de urina

Um dos testes mais comuns solicitado pelos pediatras é o exame de urina que indica possíveis alterações no organismo, como infecções e também se há perda de proteína e desnutrição infantil.

Glicose e insulina

Cada vez mais a diabetes infantil é uma preocupação global. Por isso, os testes de glicose e insulina podem ser importantes para identificar e combater a diabetes na criança, especialmente se há casos da doença na família.

Fique de olho nas vacinas:

Uma etapa muito importante para manter a saúde dos pequenos é a vacinação na infância, já que ela garante a proteção contra inúmeras doenças e ajuda no fortalecimento do sistema imunológico. 

A vacinação é indispensável nessa fase porque as crianças têm uma menor imunidade. O sistema imunológico deles ainda está em desenvolvimento, os tornando um alvo mais fácil para para ação de vírus e o desenvolvimento de formas graves de doenças. Por isso, é indispensável manter a carteirinha de vacinação dos pequenos em dia e acompanhar quais vacinas precisam ser tomadas em cada faixa etária. 

E lembre-se que os cuidados com a saúde devem obrigatoriamente fazer parte da rotina infantil, assim garante-se que qualquer problema de saúde seja rapidamente detectado e tratado. E para cada uma das etapas da vida, o Labi oferece exames, testes, check-ups e vacinas para que você mantenha o que mais importa em dia: sua saúde. Seja em uma das nossas unidades ou no conforto da sua casa, conte sempre com o Labi para te ajudar a cuidar da sua saúde e da saúde da sua família de um jeito fácil e sem complicações. 

TAGS: Exames Pediatria
Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: