Vacina Herpes Zóster: para que serve o imunizante?

Publicado por: Equipe Labi Equipe Labi
20/12/2021
5 minutos de leitura
Homem de idade se vacinando

A Vacina de Herpes Zóster faz parte da rotina de imunizações do brasileiros, porém, muitas pessoas não sabem sobre a existência da vacina e tem dúvidas para o que ela serve e quando deve ser tomada.

Por isso, fizemos esse artigo para te explicar a importância da Vacina de Herpes Zóster e tirar todas as suas dúvidas sobre o imunizante.

Para que serve a Vacina Herpes Zóster?

O principal objetivo da Vacina de Herpes Zóster é proteger o organismo contra o vírus que causa a Herpes Zóster, uma infecção que gera uma série de incômodos e pode trazer complicações graves. E justamente por ser a melhor e mais eficiente maneira de se proteger da doença, o imunizante é extremamente importante na rotina de vacinação. 

A herpes zóster, conhecida popularmente como cobreiro ou zona, é uma doença infecciosa causada pela varicela, mesmo vírus da catapora, que pode voltar a surgir durante a idade adulta provocando bolhas vermelhas na pele, que surgem principalmente na região do tórax ou da barriga.

Por ser um tipo de reativação do vírus da catapora, todas as pessoas que já tiveram o vírus da varicela, mesmo que essa doença não tenha se manifestado, podem vir a ter herpes-zoster. No geral, os mais vulneráveis a desenvolver a infecção são as crianças e os idosos.

​​Os primeiros sinais da herpes zóster são dor, ardência e coceira nas regiões dos nervos afetados, que geralmente estão no tórax, no abdômen e no rosto, embora possa atingir as demais partes do corpo. Ele acomete um lado só do corpo (esquerdo ou direito) e se apresenta também com feridas na pele. 

Na população jovem e adulta, o herpes-zoster se manifesta principalmente em pessoas com o sistema imunológico fraco, geralmente em decorrência dos seguintes problemas de saúde:

  • Estresse;
  • Diabetes;
  • Artrite reumatoide;
  • Lúpus;
  • Câncer;
  • Aids. 

​​Quem já teve herpes-zoster sentiu na pele, literalmente, a dor provocada por essa infecção. Por afetar os nervos, a infecção chega a impossibilitar movimentos simples, como se vestir e deitar na cama, devido à dor intensa. Mas é uma doença que tem tratamento e vacina preventiva.

Quais as reações da Vacina Herpes Zóster?

Em adultos com mais de 50 anos, as reações adversas mais observadas são: dor no local da injeção, fadiga, mialgia, dores de cabeça, dores musculares,  calafrios e febre,  sintomas gastrointestinais. No geral, essas reações adversas desaparecem entre 2 e 3 dias após a injeção.

Quem pode tomar a Vacina Herpes Zóster?

O Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) estima que 1 em cada 3 adultos desenvolverá a Herpes Zóster, pelo menos, uma vez na vida. Por isso, a vacina é o melhor meio de evitar a doença.

Hoje, a vacina é indicada para os seguintes grupos:

  • Adultos com 50 anos ou mais
  • Adultos a partir de 18 anos de idade ou mais com risco aumentado de Herpes Zóster  (sob recomendação médica).
  • Imunocomprometidos a partir de 18 anos de idade (sob recomendação médica).

Além disso, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações, órgão referência em vacinas no Brasil, estudos apontam que houve um aumento no número de casos durante a pandemia da Covid-19. Mais um motivo para você não deixar de se vacinar!

É importante dizer que, pessoas entre 18 e 49 anos, precisam de indicação médica para se vacinar. Por isso, caso esteja em dúvida, converse com o seu médico de confiança.

Como funciona a Vacina Herpes Zóster?

Com tecnologia recombinante, e eficácia de até 97%, a vacina  é totalmente segura para a prevenção da Herpes Zóster. A eficácia também é comprovada com mais de 90% na prevenção do episódio agudo, mesmo entre idosos acima de 70 anos de idade.

Esta vacina é do tipo recombinante e contém o vírus inativado, ou seja, o vírus da Herpes Zóster foi cultivado e alterado para não causar a doença. Com isso, ela ajuda o organismo a desenvolver sua própria proteção contra a doença e suas complicações. Esta tecnologia é utilizada em diversas vacinas, como a CoronaVac, vacina usada na proteção contra a Covid-19.

Além disso,  a vacina fornece maior proteção e mais duradoura do que a vacina de dose única com o vírus zóster vivo atenuado e se mostrou altamente eficaz na prevenção da neuralgia pós-herpética, uma das complicações mais graves da doença. Este é um dos diferenciais mais importantes desta vacina!

Quantas doses têm a Vacina Herpes Zóster?

Para garantir a eficácia do imunizante é recomendada a aplicação de 2 doses com intervalo de 2 meses.

Até o momento, a Vacina de Herpes Zoster não faz parte do calendário nacional de imunizações gratuitas, oferecidas pela rede pública de saúde, mas pode ser encontrada em clínicas privadas, como o Labi.

Vacina Herpes Zóster no Labi 

No Labi, você pode tomar a Vacina Herpes Zóster com pagamento facilitado em até 12x no conforto do seu lar, sem precisar de casa, ou em uma de nossas unidades espalhadas por São Paulo e Rio de Janeiro.

Proteja você e sua família  com nossos exames, testes, vacinas e check-ups de maneira prática e descomplicada, pelos melhores preços do mercado.

Artigos Relacionados: 

Vacina Tríplice Viral: entenda para que serve o imunizante

Quais são os diferentes tipos de vacina?

Imunidade coletiva: por que se vacinar beneficia a sociedade como um todo?

Vacina de HPV: entenda a importância

TAGS: vacina Vacina Herpes Zoster

CONTEÚDOS MAIS LIDOS

Quais são os diferentes tipos de vacina?
Vacinas

Quais são os diferentes tipos de vacina?

28/10/2021 4 minutos de leitura
Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: