Vacina Herpes Zóster: para que serve o imunizante?

Publicado por: Letícia Lana Letícia Lana
20/12/2021
5 minutos de leitura
Homem de idade se vacinando

A Vacina de Herpes Zóster faz parte da rotina de imunizações do brasileiros, porém, muitas pessoas não sabem sobre a existência da vacina e tem dúvidas para o que ela serve e quando deve ser tomada.

Por isso, fizemos esse artigo para te explicar a importância da Vacina de Herpes Zóster e tirar todas as suas dúvidas sobre o imunizante.

Para que serve a Vacina Herpes Zóster?

O principal objetivo da Vacina de Herpes Zóster é proteger o organismo contra o vírus que causa a Herpes Zóster, uma infecção que gera uma série de incômodos e pode trazer complicações graves. E justamente por ser a melhor e mais eficiente maneira de se proteger da doença, o imunizante é extremamente importante na rotina de vacinação. 

O herpes zóster, conhecido popularmente como cobreiro ou zona, é uma doença infecciosa causada pela varicela, mesmo vírus da catapora, que pode voltar a surgir durante a idade adulta provocando bolhas vermelhas na pele, que surgem principalmente na região do tórax ou da barriga.

Por ser um tipo de reativação do vírus da catapora, todas as pessoas que já tiveram o vírus da varicela, mesmo que essa doença não tenha se manifestado, podem vir a ter herpes-zoster. No geral, os mais vulneráveis a desenvolver a infecção são as crianças e os idosos.

​​Os primeiros sinais do herpes-zoster são dor, ardência e coceira nas regiões dos nervos afetados, que geralmente estão no tórax, no abdômen e no rosto, embora possa atingir as demais partes do corpo. Ele acomete um lado só do corpo (esquerdo ou direito) e se apresenta também com feridas na pele. 

Na população jovem e adulta, o herpes-zoster se manifesta principalmente em pessoas com o sistema imunológico fraco, geralmente em decorrência dos seguintes problemas de saúde:

  • Estresse;
  • Diabetes;
  • Artrite reumatoide;
  • Lúpus;
  • Câncer;
  • Aids. 

​​Quem já teve herpes-zoster sentiu na pele, literalmente, a dor provocada por essa infecção. Por afetar os nervos, a infecção chega a impossibilitar movimentos simples, como se vestir e deitar na cama, devido à dor intensa. Mas é uma doença que tem tratamento e vacina preventiva.

Quais as reações da Vacina Herpes Zóster?

Vale lembrar que a Vacina de Herpes Zóster é extremamente segura e o imunizante foi avaliado em mais de 30 mil indivíduos acima de 50 anos, inclusive em maiores de 60, 70 e 80 anos, mesmo naqueles com doenças de base (cardiopatias, pneumopatias, diabetes, etc.).

A ocorrência de efeitos colaterais, na grande maioria dos casos, foram manifestações leves e moderadas, como, coceira, vermelhidão, inchaço e dor suave.

Entre as reações menos comuns à vacina, que acometeu menos de 2% das pessoas, podemos citar:

  • Febre;
  • Sintomas respiratórios;
  • Diarreia;
  • Alterações na pele;
  • Cansaço.

Quem pode tomar a Vacina Herpes Zóster?

A Vacina de Herpes Zóster, disponível no Brasil desde 2014, é recomendada para todas as pessoas com mais de 60 anos de idade, incluindo aquelas que já tiveram a doença, mas seu uso é aprovado já a partir dos 50 anos de idade. A partir dessa faixa etária, a única contraindicação é para pessoas com o sistema imunológico debilitado. 

No caso de pessoas abaixo de 50 anos, a vacina só pode ser tomada com indicação médica e é obrigatória a apresentação de pedido médico para tomar o imunizante.

Vale ressaltar que, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBim), a vacinação não requer qualquer cuidado prévio, porém deve seguir algumas orientações, sendo elas: 

  • A vacinação deve ser adiada em caso de doença febril.
  • A vacinação de pessoas portadoras do vírus HIV deve ser avaliada por médico, que pode prescrevê-la se não houver comprometimento do sistema imunológico.
  • Após quadro de herpes zóster, é preciso aguardar um ano para aplicar a vacina.

Quem não pode tomar a Vacina Herpes Zóster?

A Vacina Herpes Zóster é contraindicada nos seguintes casos:

  • Pessoas imunodeprimidas;
  • Alergia grave (anafilaxia) a algum dos componentes da vacina;
  • Pessoas com tuberculose ativa não tratada;
  • Gestantes.

Como funciona a Vacina Herpes Zóster?

A Vacina de Herpes Zóster é uma vacina atenuada, ou seja, trata-se de um imunizante que é composto por vírus vivos atenuados da varicela zóster (VVZ), portanto, ela contém formas mais enfraquecidas do vírus em sua composição. Essas frações do vírus não são capazes de causar a infecção, mas são suficientes para treinar e proteger o sistema imunológico contra a doença. 

Lembre-se de que a resposta completa do sistema imunológico ocorre apenas duas semanas após a aplicação da vacina.

Quantas doses têm a Vacina Herpes Zóster?

A imunização é feita por meio de uma dose única injetável abaixo da pele (via subcutânea).

Até o momento, a Vacina de Herpes Zoster não faz parte do calendário nacional de imunizações gratuitas, oferecidas pela rede pública de saúde, mas pode ser encontrada em clínicas privadas, como o Labi.

Vacina Herpes Zóster no Labi 

No Labi, você pode tomar a Vacina Herpes Zóster por R$475,00 em até 6x sem juros e tudo isso no conforto do seu lar, sem precisar de casa. Proteja você e sua família  com nossos exames, testes, vacinas e check-ups de maneira prática e descomplicada, pelos melhores preços do mercado.

Artigos Relacionados: 

Vacina Tríplice Viral: entenda para que serve o imunizante

Quais são os diferentes tipos de vacina?

Imunidade coletiva: por que se vacinar beneficia a sociedade como um todo?

Vacina de HPV: entenda a importância

TAGS: vacina Vacina Herpes Zoster
Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: