Triploidia: o que é e como detectar

Publicado por: Letícia Lana Letícia Lana
07/10/2021
3 minutos de leitura
Mulher grávida com a mão na barriga

As pessoas possuem normalmente 22 pares de cromossomos autossômicos e um par de cromossomos sexuais, totalizando 23 pares e 46 cromossomos no total, sendo 23 vindos do pai e 23 vindos da mãe. 

Porém, às vezes ocorrem algumas anomalias durante a divisão e multiplicação celular dos óvulos ou dos espermatozoides ou então acontecem falhas no mecanismo de concepção que podem levar a alterações numéricas dos cromossomos. Uma dessas condições é conhecida como triploidia. 

Mas, afinal, você sabe o que é a triploidia? Explicamos mais sobre essa condição cromossômica no artigo.

O que é triploidia fetal?

A triploidia é uma anormalidade cromossômica que ocorre na gestação. Nela, o feto possui uma cópia extra de todos os cromossomos em suas células, ou seja, o bebê tem 69 cromossomos em seu DNA ao invés de 46 cromossomos. Nessa condição, ao invés do bebê receber 23 cromossomos da mãe e 23 cromossomos do pai, ocorre um erro na divisão celular e ele recebe 46 cromossomos de um e 23 cromossomos de outro.

A principal causa da triploidia, que provoca de 60% a 70% do total de casos dessa condição, ocorre por dispermia, que é quando um óvulo normal é fecundado por dois espermatozoides ao mesmo tempo, gerando um erro na divisão cromossômica.

Na grande maioria dos casos, a triploidia resulta em abortos espontâneos da gravidez. Sendo uma condição incomum, essa alteração cromossômica ocorre em aproximadamente 2% das gestações e é uma das principais causas de abortos do primeiro trimestre de gravidez. 

Como detectar a triploidia fetal?

O risco de triploidia consegue ser detectado na gestação através do NIPT Panorama® Natera, que é um exame de triagem que avalia, por meio de uma simples coleta de sangue do braço da mãe, o DNA do feto e classifica – como alto ou baixo – o risco para algumas condições genéticas, incluindo a triploidia.

O NIPT é um teste de triagem e não um teste diagnóstico, ou seja, ele não oferece uma resposta definitiva e apenas avalia se a gravidez é de alto ou baixo risco para as condições analisadas.

Vale lembrar que o NIPT Panorama Natera é o único capaz de identificar as triploidias, já que os demais exames utilizam o método de contagem que não detecta esse tipo de alteração cromossômica e terminam por liberar um resultado falso negativo, conforme informado nas guias de sociedades médicas como a  American College of Obstetricians and Gynecologists (ACOG) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo). 

No Labi, você faz o NIPT Panorama Natera sem sair de casa, no conforto do seu lar e tudo isso com os melhores preços do mercado e resultados de altíssima precisão. 

Conte sempre com o Labi para te ajudar a cuidar da sua saúde e da sua família em todas as etapas da vida. 

Artigos Relacionados:

Qual a diferença entre a sexagem fetal e o NIPT?

O que é o exame NIPT?

Sexagem fetal: o que é e quais as suas vantagens

TAGS: NIPT Panorama Natera Triploidia
Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: