Gripe: entenda a diferença entre outras infecções

Publicado por: Letícia Lana Letícia Lana
19/05/2022
4 minutos de leitura
Mulher doente deitada no sofá com sintomas de gripe

A gripe é uma doença infecciosa causada por 2 gêneros de vírus Influenza: Influenza A, ao qual pertencem os subtipos H1N1 e H3N2 e o Influenza B. O subtipo H3N2 foi responsável pelo surto ocorrido no Brasil em dezembro de 2021 e janeiro de 2022. 

Por conta da similaridade dos sintomas da gripe com outras infecções, como resfriados e alergias, muitas pessoas têm dúvidas e demoram para procurar atendimento médico. Pensando nisso, o blog do Labi preparou este artigo para que você entenda as principais diferenças entre os sintomas dessas doenças e o que fazer quando sentir algum deles. 

Este artigo é informativo. Caso tenha algum sintoma, é preciso procurar um profissional de saúde.

Surto de gripe em 2022

Em primeiro lugar, precisamos entender porque o surto de gripe aconteceu no verão, época do ano em que não associamos às doenças respiratórias.

A explicação está no comportamento das pessoas e nas características dos vírus.

Durante a pandemia da Covid-19, por conta do uso de máscaras e do distanciamento social, alguns vírus que infectam pessoas por meio de aerossóis, gotículas de saliva que lançamos no ar ao tossir, falar ou espirrar, circularam menos na população. 

Porém, segundo o Dr. Octávio Fernandes, médico infectologista e vice-presidente do Labi Exames, a partir do momento que relaxamos o uso de máscaras e o distanciamento social, os vírus respiratórios, como o vírus da gripe, voltaram a circular e infectar mais pessoas. Assim, o vírus encontrou um ambiente favorável para se espalhar.

Quais os sintomas do H3N2

O vírus Influenza A subtipo H3N2 provocou o surto, pois não era coberto pela vacina da gripe de 2021 , por isso,  estávamos mais suscetíveis à ele. Lembrando que todo ano a vacina da gripe é atualizada para proteger contra os principais subtipos de vírus da gripe que estão circulando naquele ano. Caso queira entender melhor, confira o artigo Vacina da Gripe Tetravalente 2022: perguntas e respostas 

Diferença entre gripe e resfriado

Gripe, resfriados e alergias afetam o sistema respiratório de maneiras diferentes. Por isso, existem diferenças entre os sintomas, órgãos mais atingidos e severidade do quadro. Confira estas diferenças a seguir.

Gripe entenda a diferença entre outras infecções

No geral, quando comparados com os resfriados e alergias, os sintomas da gripe são mais severos e tendem a durar aproximadamente 1 semana. O mal-estar causado pela gripe, por exemplo, é incapacitante e a pessoa gripada, muitas vezes, não consegue fazer atividades corriqueiras.

Além disso, outra diferença importante é referente à febre que tende a ser alta, acima dos 38º, e mais abrupta.

O que é bom para a gripe?

Hoje, tratamentos feitos com medicamentos antivirais são eficazes contra o vírus da gripe e também é possível amenizar os sintomas com antitérmicos e descongestionantes nasais. No caso dos resfriados, também é indicado tomar medidas para amenizar os sintomas com o uso de medicamentos de acordo com orientação médica. Por fim, para ambas as doenças é necessário ter boa hidratação, repouso e boa alimentação.

Por isso, de acordo com o Dr. Octávio Fernandes, nosso infectologista, é importante fazer testes para descobrir a causa exata da infecção. “Quando temos certeza que estamos lidando com o vírus influenza, isso traz uma vantagem, pois já podemos começar o tratamento com os antivirais.” , reforça.

Ocasionalmente, uma gripe mal curada pode fazer com que a imunidade caia e uma infecção bacteriana secundária, como uma pneumonia, se desenvolva, sobretudo, em pacientes idosos, crianças ou pessoas com o sistema imunológico comprometido.

Sendo assim, é importante manter o calendário de vacinação em dia, ou seja, mesmo se você se vacinou contra a gripe em 2021, você deve tomar a vacina todos os anos, pois isso garantirá que você estará com a sua imunização em dia contra a Influenza e,  as chances da sua gripe evoluir para algo mais grave seja menor. Para o Dr. Octavio Fernandes  “A vacinação contra a gripe já está disponível na rede pública e privada e é o meio mais eficaz de prevenir a doença”.

Aqui no Labi, você pode tomar a Vacina da Gripe Tetravalente sem complicações e se proteger contra as diversas variantes do vírus Influenza, inclusive a H1N1 e a H3N2, que podem levar à pneumonia e até a morte. Vacinas salvam vidas! Não deixe para depois.

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: