Vacina da gripe: 4 mitos e verdades sobre o imunizante

Publicado por: Equipe Labi Equipe Labi
09/04/2021
3 minutos de leitura
Médico com luvas colocando vacina na seringa

A gripe é uma velha – e indesejada – conhecida de todos os brasileiros, e como de costume a fama vem acompanhada de inúmeros rumores, boatos e mitos. Todos nós já ouvimos algum absurdo relacionado à doença, desde remédios caseiros milagrosos à teorias da conspiração. Por isso, trouxemos quatro dúvidas frequentes para te ajudar a desmistificar a gripe. 

A vacina da gripe causa gripe

MITO 

As vacinas contra a gripe são extremamente seguras, têm sido usadas há décadas no combate à doença e não causam gripe. A injeção contendo os vírus inativados não pode causar a doença pois os vírus estão mortos e não conseguem se reproduzir, o que torna impossível deles infectarem o nosso organismo. 

Portanto, caso você tenha gripe após tomar a vacina, significa que você já estava infectado ou foi infectado antes do imunizante fazer efeito, uma vez que o sistema imunológico demora 15 dias para produzir os anticorpos após a aplicação da vacina da gripe.

Só o grupo de risco pode se vacinar contra a gripe 

MITO 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que todas as pessoas maiores de 06 meses podem e devem tomar a vacina, exceto para pessoas que têm alergia grave (anafilaxia) a algum componente da vacina ou a dose anterior.

Não podemos nos esquecer que quanto mais pessoas estiverem imunizadas contra a gripe menos o vírus consegue circular entre as pessoas, o que resulta em menos casos e consequentemente menos mortes causadas pela doença. 

Gestantes não podem tomar a vacina da gripe

MITO 

As mulheres grávidas não só podem como devem tomar a vacina da gripe durante a gestação, inclusive elas fazem parte do grupo prioritário no calendário de vacinação do Ministério da Saúde.

Isso se deve ao fato que durante a gravidez , a imunidade da mulher fica mais baixa, tornando-a mais suscetível à doença. Além disso, quando a mãe toma a vacina, ela passa anticorpos para o bebê que está na barriga, ajudando a protegê-lo também.

A vacina da gripe é a melhor forma de prevenção contra a doença 

VERDADE 

De fato, a vacinação é a nossa maior aliada na prevenção à gripe, só nos Estados Unidos durante o período de 2017 a 2018, a vacina evitou sete milhões de casos, 109 mil hospitalizações e 8 mil mortes relacionadas à gripe. 

Além disso, mesmo se a pessoa imunizada for infectada, a doença se manifestará de forma mais leve, evitando complicações, hospitalizações e até a morte em alguns casos.

Portanto, não deixe de tomar a Vacina de Gripe Tetravalente aqui no Labi para garantir o que mais importa: sua saúde.

Anúncio vacina da gripe tetravalente

Artigos Relacionados:

Gripe Suína: conheça a variante da gripe

Vacina da Gripe: como funciona a imunização de mamães e bebês

Vacina da Gripe: quais as diferenças entre a rede pública e a particular?

Gripe e resfriado: como identificar cada um?

Gripe e o inverno: descubra se a doença tem relação com o frio

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter

Quer receber novidades? Assine nossa newsletter: